O Copom, Comitê de Política Monetária do Banco Central, ao anunciar o último corte da taxa Selic para 4,25% ao ano, deu a entender que seria o último mesmo, principalmente, pela defasagem entre os cortes e o impacto efetivo sobre … continuar lendo

As projeções para a economia brasileira neste começo de ano apontam para um desempenho bem melhor que o do ano passado. Vários fatores apontam nesta direção, principalmente pela reação do consumo, que está relacionada a uma maior confiança, liberação do … continuar lendo

O ano começou com perspectivas mais favoráveis para a economia global e, em particular, para a brasileira. Do lado externo, mesmo com as indicações de uma expansão ainda fraca – com preocupações em relação ao desempenho até de economias fortes … continuar lendo

Os Estados Unidos fizeram a indicação. Até por questões de proximidade política entre os governos, Trump decidiu, recentemente, trocar a Argentina pelo Brasil na indicação para que o País possa fazer parte da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). … continuar lendo

O mercado de ações ainda comemorava os bons resultados de 2019 e a retomada mais firme da atividade econômica, quando 2020 começou mostrando que vai ser difícil termos um céu de brigadeiro. É verdade que as nuvens começavam a se … continuar lendo

Uma combinação de fatores deve estimular mais os investimentos empresariais nos próximos meses, com consequências positivas para o emprego e para a atividade econômica. Na verdade, a retomada mais firme da economia, nos últimos meses de 2019, já começou a … continuar lendo